segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Grávidas

A figueira menina-moça, esguia e fértil, que não floresce aos nossos olhos e prefere enfeitar-se de frutos, providencia o doce típico dos meus Natais no jardim-quintal. Acelera o passo nas últimas semanas e as frutinhas engordam dia-a-dia. Adivinho o aroma dos figos na calda, perfumados de cravos-da-índia, borbulhando na panela grande e "incensando" a casa... E o Natal começa a acender seu encanto em um canto preservado em mim com todo cuidado, embalado em papel de seda e fita mimosa. A árvore promove o milagre, acorda essa alegria como nenhuma campanha publicitária ou megadecoração dos shopping centers é capaz. E assim como o pinheirinho aí ao lado, entro em contagem regressiva, prometendo-me distância do que me afasta do sentido dessa espera, trabalhando feito formiga contente, às vezes formiga cansada, outras vezes cigarra, para não perder a trilha sonora que embala essa sempre esperada gestação. Amém!Recadinho encontrado em um pinheiro do Natal Luz, em Gramado, no ano passado.

10 comentários:

Poderosa Ponto Com disse...

Bentido o fruto desse ventre!Amo figo ao natural.Em compota já não me apetece.
Ouví dizer uma vez que o figo é uma flor que floresce pra dentro.Será?
Ao mordiscá-lo,dou um tempo contemplando o desenho. O tempo que minha ansiedade permite porque ele me causa uma gula que aos que assitem a cena não conseguem entender.As vezes é uma decepção porque vem meio aguado,mas duvido que seja esse o caso desses seus que crescem naturalmente e são colhidos no tempo certo.

Susi disse...

Saudades minha amiga, lendo seu texto consegui quase sentir o cheirinho de doce de figo. Continuo tao ausente do blog e das minhas visitas, provavelmente nessasemana ja estara instalada minha internet e td volta ao normal.
um beijo grande.

Fala Mãe! disse...

Delícdia acordar e ler esse post lindo! Bom dia, Rosana! abraço

ana sinhana disse...

Desabafo: ainda não consegui me imbuir do espírito natalino, coisa difícil pra mim...
Só espero que os fantasmas dos natais passados, presente e futuros não venham me assombrar!
Bjs, Ana

Laély disse...

Eu amo o natal! Queria virar mamãe noel nessa época e fazer feliz todos os que conheço!
Só tenho mesmo, uma birra com figo em calda. Aliás, acho mesmo que não sou de nenhuma fruta em calda( pura frescura minha!).
Rosana, sabe que fazer a promoção "Que cara tem sua casa?" foi muito gratificante pra mim. Principalmente, porque foi um chamariz para pessoas como você se aproximarem da minha vida virtual e real!
Gostei e estou repetindo: uma preliminar de uma promoção maior que desejo fazer, quando o blog fizer 1 ano.
Espero que se anime a participar, também.
Um beijo, querida!

Fabiano Mayrink disse...

tambem adoro o natal, minha arvore ja ta armada tambem, a magia começa!

doces de figo fresco hummm que delicia, como disse ela nao floresce aos nossos olhos, mais por dentro do figo, escondido guardado so para os gnomos e as fadas, estao la as florezinhas!

bjs!

rosana sperotto disse...

Oi, Ísis, mas que lindo isso: bendito o fruto desse ventre! Isso mesmo: as florzinhas ficam escondidas dentro do fruto. Algumas espécies precisam de uma vespa para fazer a polinização, não é mágico?! Clica em "não florescem" que tem a explicação. Beijo

Susi, querida, gosto até mais do cheiro que se espalha pela casa do que do doce mesmo. Sabe como costumo comê-lo? Abrindo a geladeira e roubando um figo pelo cabinho, numa bocada só. Beijo

Cynthia, delícia também receber os amigos queridos logo cedo. Beijo e bom dia aí!

Ana, gosto tanto do Natal que acabo gerando um outro tipo de fantasma: o medão de que vou perder esse encantamento. Graças aos céus ele renasce assim, em sutilezas, meio sufocado com tanta abundância de tudo: decoração, presentes, festas... Tenho certeza que vais encontrar um antídoto para esses intrusos que carregamos pela vida. Beijo bem grande

Laély, não digo que somos mesmo da mesma "nuvem"? Adoraria também incorporar a Mamãe Noel, com direito ao figurino (rsrs). Quando baixa o seu espírito, queria ter mais 5 pares de mãos para fazer tudo que me entusiasma... Tá bom, da mesma tribo, mas prometo não oferecer figo em calda, tá? Tenho uma receita que talvez quebre essa antipatia (recheados com nozes e cobertos com chocolate, hum?) Querida, tomei banho pensando na resposta da promoção. É claro que vou tentar a sorte, quem diz que ela não pode bater duas vezes na mesma porta, não é? Beijos

Fabiano, bem-vindo à turma que ama o Natal! Enxerguei os gnomos e fadas se fartando no miolo dos figos! Beijo, querido

fabi disse...

Amo o natal, que época linda... Só de ler o que escrevestes já sinto o cheiro do doce de figo... Minha sogra faz um delicioso, infelizmente não sou tão prendada...

rosana sperotto disse...

Oi, Fabi, estás morando em São Leopoldo, não é? Então, quem sabe Papai Noel providencia a entrega de um vidrinho com figos aí... Beijo

Poderosa Ponto Com disse...

Rosana....
Li quase tudooooo.... muita coisa interessante.
A natureza é uma obra de arte mesmo!
Beijos...