quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Na caça às casquinhas, bolo de uva e sorvete de chocolate

É chegada a hora boa de recrutar a coelhinha que existe em nós (não, não estamos falando da Playboy, rs) e por aqui, época de usar e abusar de receitas com ovos, esquecendo, ao menos por hora, do colesterol. Tudo em nome do deleite de reunir um cesto de casquinhas para inventar muita moda com elas, atividade que me leva muito tempo, primeiro em busca de ideias (e são tantas nessa infindável enciclopédia Google!), depois nos capítulos igualmente deliciosos de colocá-las em prática.  
Então, nos últimos dias, duas receitas me renderam um bom começo no arsenal para os preparativos da Páscoa. Simples e  deliciosas, penso que irão aprovar também.
O Bolo de Uva é tradição que nunca me canso de reprisar. A safra da frutinha é farta, o preparo faço quase de olhos fechados, sem falar no lado terapêutico do processo: o exercício de paciência de retirar as sementinhas grão por grão. Há quem seja menos rabugento nesse quesito, mas morder as danadinhas para mim põe tudo a perder. Por isso não penso duas vezes no tempo gasto com a cirurgia (rs).

Bolo de uva

Ingredientes:
100 g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
3 ovos
3/4 xícara de açúcar
1/2 xícara de leite
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 colher (sobremesa) de essência de baunilha
raspas de casca de limão
1 colher (cafezinho) de noz-moscada ralada
1 xícara de uvas pretas (2 cachos médios)

Modo de fazer:
Retire as sementes com a ponta de uma faca cortando levemente os grãos de uva. Reserve.
Preaqueça o forno em 180 graus.
Prepare a massa batendo a manteiga com o açúcar na batedeira ou à mão até esbranquiçar.
Junte os ovos, um a um, e continue batendo.
Acrescente a farinha peneirada com o fermento, alternando com o leite. (A massa deve ficar firme.)
Junte as raspas de limão, a baunilha e a noz-moscada.
Transfira para uma fôrma pequena (25 cm) untada e enfarinhada.
Passe as uvas em farinha (para não afundarem) e distribua sobre a massa.
Polvilhe açúcar e leve ao forno por cerca de 30 minutos (faça o teste do palito, se sair sequinho, está pronto).
O sorvete foi um achado inesperado, já que não costumo assistir ao programa da Ana Maria Braga. Chamou a atenção seu entusiasmo pela novidade da receita dispensar aquele vaivém do freezer à batedeira que a maioria dos sorvetes exige para ficar cremoso. Testei, aprovei e repeti a dose no final de semana. 
Para incrementar, preparei uma calda (purê) de damasco, fervendo as passas da fruta com água até amolecerem. Depois, bati no liquidificador, acrescentei um pouco de açúcar e levei ao fogo para ganhar consistência (rala).
Faltava ainda uma "crocância". Derreti em fogo baixo umas colheres de açúcar até o ponto de caramelo, juntei nozes, mexi um pouquinho e despejei sobre uma tábua de corte. Deixei esfriar e, com um rolo de massa, esmaguei para fazer o crocante.

Sorvete de chocolate com calda de damasco e crocante de nozes

Ingredientes:
4 claras
4 colheres (sopa) de açúcar
2 caixinhas de creme de leite
200 g de chocolate meio amargo derretido

Modo de fazer:
Numa batedeira coloque 4 claras e bata bem até ficar em neve. Adicione 4 colheres (sopa) de açúcar e bata bem até formar um merengue (+/- 5 minutos). Desligue a batedeira, acrescente 2 caixinhas de creme de leite e misture delicadamente com um batedor de arame. Adicione 200 g de chocolate meio amargo derretido e misture.
Num refratário despeje o creme e leve ao freezer por 4 horas
Retire do freezer e sirva em seguida.
Uma dica do filho (chef): passadas as 4 horas, bater no liquidificador (não na batedeira) e voltar ao freezer por mais algumas horas.

Servida assim, a combinação fica bastante harmoniosa.
Que a doçura da Páscoa nos contagie! Amém.

8 comentários:

Regina Melo-Jocknevich disse...

Como em todo longo inverno que temos por aqui eu ganho uns quilinhos indesajaveis, e sempre eu tento perde-los para quando a primavera chegar - pois essa tarefa esta ficando impossivel desde que descobri o prazer de fazer bolos, bolinhos, docinhos, biscoitinhos... E sempre que vejo uma receita diferente (nunca comi um bolo de uva) ficou doidinha pra experimentar, e ainda uma receita de sorvete com calda - acho que vou ter que malhar dobrado :)
Sabe que aqui encontramos uvas sem sementes? Nao sei se elas sao saudaveis como as outras, mas espero que sim.

ps.: muito obrigada por suas doces palavras, elas alegraram meu coracao :)

Beth disse...

Sou uma "pascoalina" de coração, não de carteirinha pois acho que não existe...
Amo a época, parece que combina com o outono, as gostosuras que se pode fazer, os coelhinhos de mel, amendoim, a decoração!
Tuas receitas me obrigam tomar uma atitude: ir às compras, minha batedeira explodiu, preciso repor.
Beijinhos,
Beth

Ana Matusita disse...

Nessa época do ano, sempre encontro dessa uvinha numa quitanda aqui perto e me regalo com suco e picolé!
Fiz bolo outro dia e ficou bem gostoso também, mas agora terei que provar a sua receita... hehehe!
bj,
Ana

Ivani disse...

Nossa, fazia tempo que não vinha visitar voce!
chego aqui e me deparo com essas coisas lindas e deliciosas, atraentes, cheirosas.
Esse sorvete, o que dizer? precisa provar, fazer...
bolo de uvas? confesso que nunca comi, mas vou tentar!
quanto ás maçãs, meu Deus, fiquei realmente emocionada com sua postagem.
Linda sua escrita e lindas as fotos e as frutas.
já disse e repito aqui que voce escreve demais, uma delicia de ler.
um grande abraço com muito carinho.

Rosana Sperotto disse...

Oi, queridonas!!
Regina e Ivani, por aqui o bolo de uva, ou cuca de uva, é tão comum que me surpreendeu nunca terem experimentado. Acho que vale a experiência. Depois me contem.
Beth, "somos" pascoalinas de coração! Ah, para estas duas receitas, não precisa batedeira, então, não tem desculpa pra não fazer, viu? (rs)
Ana, também faço suco de uva, o meu preferido sempre. Quando escrevi rabugenta, foi por lembrar de ti, mais flexível com as sementinhas...rs.
Beijos, gurias!

Rose disse...

Menina, que delícia seu blog.Cai aqui em busca de fadas e gnomos.Adorei!

Rosana Remor disse...

OI AMADA!!QUERIA SER SUA VIZINHA E PROVAR DE SUAS GOSTOSURAS!AI, QUE DELÍCIAS!!HUM!!!!BJS!!

Roseli Rosa disse...

Rosana eu também estou na caça às casquinhas de ovos.
Nunca fiz bolo de uva e parece que fica bom!O seu está com um aspecto delicioso.
O sorvete também preciso fazer.
:*