quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Um viva à vida, bela e doce!

Para saudar o ano que logo vai nascer, e reafirmar o compromisso de não perder de vista ingredientes que temperam os dias com gosto de quero mais, como a beleza, a doçura, a delicadeza, a amorosidade, as parcerias, a esperança, a paciência, a coragem... escolhi duas receitas da nossa cozinha compartilhada para dividir com a querida turma que passa por aqui e alimenta minha "fé na vida, fé no homem, fé no que virá..."

Aí em cima, a torta de frutas vermelhas, assinada pelo filho, sobremesa do último domingo que arrancou suspiros da platéia enquanto era montada, enfeitiçou os olhos dos comensais quando pronta e logo foi desmontada em fatias para vê-los chegar perto do nirvana (marketing de mãe é imbatível!).
Sem o chef por perto para detalhar, dou as diretrizes para o preparo, deixando espaço para a coragem de cada um para soltar a criatividade. Para a base - três camadas de merengue - foi usado o suspiro que ensinei aqui, montado com saco de confeitar em linhas bem juntinhas para formar retângulos, sobre papel manteiga. O modo de assar é o mesmo explicado na receita.
No recheio, creme de confeiteiro, que pode ser substituído por chantilly, frutas vermelhas (morangos, mirtilos, amoras, cerejas frescas) picadas e coulis das mesmas frutas (ferve-se com um pouquinho de água e açúcar e passa-se na peneira). E para decorar, caramelo, que também pode ter uma versão mais prática, Karo, e as belas frutinhas! Não é para acordar todos os sentidos e dar as boas-vindas ao novo ano no melhor estilo "fui eu que fiz"?

O bolo amanteigado de frutas, receita testada e aprovada há muitos Natais, já foi vedete das produções personalizadas na época em que vesti o avental de cake designer. A castanha moída na massa faz dele um bolo muito saboroso, durável e versátil. Para o Ano-Novo, pode ser assado em forminhas de cupcake e distribuído na ceia marcando os lugares na mesa.
Ingredientes: 300g de manteiga sem sal, 6 ovos, 400g de açúcar, 500g de farinha de trigo, 1 xícara de leite, 2 colheres (sopa) de fermento em pó, 250g de castanhas-do-pará moídas, 1 xícara de passas sem sementes, 1 xícara de damascos picadinhos, 1 xícara de tâmaras picadinhas, 1 xícara de frutas cristalizadas picadas (opcional)
Modo de preparar: Na batedeira, bata a manteiga com o açúcar e as gemas até clarear.
Junte a farinha peneirada com o fermento, intercalando com o leite.
Acrescente as castanhas, as frutas passadas na farinha de trigo para não afundarem e, por fim, as claras em neve.
Coloque em fôrmas untadas e enfarinhadas e leve ao forno forte por cerca de 50 minutos (faça o teste do palito).
A receita rende 2 bolos grandes ou 4 médios (assados em fôrmas de papel para panetone, como o da foto).
Uma sugestão: quem não gosta das frutas pode substituí-las por 1 xícara de chocolate granulado, mantendo as castanhas moídas, e temos então um super bolo formigueiro.

Que tenhamos todos muito apetite pela vida em 2010! Amém

6 comentários:

Cláudia Mello disse...

Uaaaau!!!!

Nada mais a declarar...rs

Susi disse...

Querida amiga, obrigada pelas doces palavras sempre,que 2010 nos receba mesmo de braços abertos.Voce é muito especial,esteve presente na minha ceia de Natal e ontem repetimos a dose,é verdade..,tive que ligar o micro e traduzir o seu coment ( no post dos presépios)para o autor destes. Ficamos babando na sobremesa de seu Vincenzo,veramente"um bravo cuoco".

Ana Maria disse...

Passando por aqui pela 1ª vez e já gostando.
Feliz Ano Novo.

ana sinhana disse...

Queridona, estou de passagem pra desejar um bom ano, entre doces e salgados, pra vc e sua família!
(aliás, propaganda sincera de mãe é muito bom, mas convenhamos que o talento do filho fala por si, né? tá de comer com os olhos!)
Estou começando a curtir as férias, mas logo volto direito pra compartilhar as novidades.
Beijo enorme,
Ana

Tina disse...

Presente dos deuses estar presente neste momento e poder saborear essa obra prima. Estamos babando até agora ... Prazer maior que esse, só o de estar ao lado de vcs em 2010 e sempre.

Fabiano Mayrink disse...

Rosana esta torta retirou suspiro de mim, ai que delicia, aquelas amoras ou framboesas nao sei me deixou doido, vou olhar a sua receita de suspiro depois, um abraço!!