terça-feira, 23 de março de 2010

Tirando uma casquinha...

... da inquietação da criançada e da nossa falta de tempo crônica, encontra-se um espaço fértil e muitas vezes carente de sementes de criatividade, precisando só de um convite para que a aventura de criar exploda em entusiasmo. Aposto nisso para seguir inventando moda para contagiar os pequenos leitores do Sininho, caderno infantil do Jornal VS que produzo semanalmente. E com a Páscoa chegando, ideias é que não faltam. Procurando utilizar material simples, que se tem em casa, para a gurizada não depender da boa vontade dos pais para comprar (e gastar), o jornalzinho tem sua seção "faça você mesmo" batizada de "Mãos em Ação com o Guto (personagem da turma)". Na edição do último sábado, demos a alargada nos preparativos para a chegada do Coelho com as casquinhas decoradas com papel de seda. Divido com vocês como mais uma proposta daquela Páscoa recheada de encantamentos que tratei no post anterior e que, para alegria minha, foi recebida pelos leitores do Amém com um coro saudosista. Bom, muito bom saber que a tribo das meninas e meninos crescidos que se mantêm com um pé na fantasia reconhece e "briga" pelo valor das boas lembranças da infância.
A brincadeira é tão fácil, que dá pra pensar numa produção maior para presentear as pessoas queridas "como antigamente". Basta amassar o papel.
Para o cogumelo, uma bola de papel amassado do tamanho de um ovo e depois achatado é colado na parte de cima da casquinha. No momento de colar, aperta-se um pouquinho para arredondar o chapéu. Finaliza-se com minúsculas bolinhas de guardanapo de papel e uma tira picotada de papel de seda verde na base.

Para a cestinha, bolinhas de papel de seda enroladas na mão vão se juntando coladas em cima da casquinha como delicadas rosinhas. Folhinhas com as pontas torcidas e uma alça de papel de seda ou guardanapo também torcida completa a "mimosice".
As crianças costumam fazer muitos trabalhinhos na escola com essas bolinhas, então, recrute seus pequenos para montarem cestas com rosas de muitas cores!

Já aqui em casa...

Os cestinhos pendurados num galho seco chegaram na Páscoa passada à parede da sala e não saíram mais de tanto que caíram nas minhas graças. Uma graça com custo praticamente zero: casquinhas pintadas, pedacinhos de fita mimosa e um galhinho do quintal. Pode-se esconder surpresas para os pequenos, enfeitar com flores miúdas e até plantar pequenas folhagens. Eu prefiro os cestinhos assim, vazios, com as cores vintage da anilina, fazendo companhia à coleção de panelinhas e utensílios, preciosidade com quem tenho vontade de brincar de casinha sempre que passo o olho.

E a maratona Páscoa segue com nova rodada de novos biscoitos à tarde. Mostro na próxima parada, é um pulinho só! (rsrs)

10 comentários:

Susi disse...

Rosana querida,to aqui tonta com suas fofurices,sabe que uma amiga pediu algo para a Páscoa com o custo zero,vou passar correndo o endereço do Amém.
beijo grande.

Isis disse...

Que graça.
Adorei sua idéia.
Me lembrei da minha infância quando fazia colar com macarrão colorido com anelina ou torrado pra fazer degradê.
Era tão divertido. Coisas simples e cheias de encanto, tanto que não me esquecí nunca mais.
Bjos...

rosana sperotto disse...

Susi, sou meio obcecada por essa proposta de criar com poucos recursos. Parece que a satisfaçao é dobrada quando olho e penso que o material que seria descartado rende tanta coisa interessante. Beijo, querida

Oi, Ísis! Sabe que eu também fazia os mesmos colares e que ainda hoje, quando vejo aqueles macarrõezinhos, imagino coisas com eles? É, esses registros valem "ouro". Beijos

msgteresa disse...

Alo,Rosana!
Achei tudo tao mimoso e cheio de vida! E cogumelos sao figuras magicas na minha estoria...Descobri que quando fiz 3 anos de idade,a minha mae fez um lindo bolo de aniversario em forma de cogumelo pra mim...Se voce visse a foto...E pra la de vintage!
No nosso quintal,alem dos cogumelos verdadeiros que aparecem apos a chuva,tenho varios deles feitos pelas maos humanas!
Mas voltando ao assunto do seu cogumelo,vou tentar fazer aqui em casa com os meus meninos...Eles adoram! O meu pequeno,que tem 5 anos, ja me perguntou sobre como vamos enfeitar a casa para a Pascoa...Se eu deixar,a casa vai se encher de enfeitinhos feitos de papel colorido por toda a parte...Obrigada Rosana pelas lindas ideias que voce nos trouxe hoje!
Tudo isso so comprova a tese de que pra ser feliz e distribuir alegria,pode custar apenas um pouquinho de criatividade e imaginacao...Uma receita temperada com muito amor,e claro!
Meu abraco carinhoso pra ti!
Teresa

Lu Pietra disse...

oI rOSANA...

Adorei seu recado...tenho muitas flores sim aqui...qdo fiz a casa sempre imaginava ela toda florida..e agora depois de um ano morando aqui é que elas estão começando a florir..vou procurar o livro...amo ler...quanto ao seu post..é um encanto...cogumelos lembra fadas, duendes...amo...tudo isso...acho que nós devemos cada vez mais mostrarmos o quanto o simples é belo...é vida...é verdadeiro...precisamos resgatar isso...para darmos um mundo melhor para as futuras gerações...
Quem sabe um dia venha aqui ver de perto meu jardimmm...esta convidada..
Amei a guirlanda de ovinhos com fita...vou copiar e fazer uma para minha casa...depois mando foto...
Rosana...que os anjos te iluminem...
NAMASTE.

Fala Mãe! disse...

A festa de páscoa vai ser caprichada por aí, adorei o cogumelo! beijos
Cynthia

rosana sperotto disse...

Ô Teresa, fico tão curiosa para conhecer tuas "coisinhas encantadas". Menina poeta, acho que tá mais do que na hora de virar blogueira pra gente poder se deliciar mais com tuas lindas palavras e curtir tuas imagens. Enquanto isso não nasce, adoraria receber uma provinha por e-mail, tá? Os cogumelos do jardim, então, me deixaram remoendo de curiosidade. Beijo grande
rosanasperotto@hotmail.com

Lu, minha querida, melhor nem reforçar o convite (rsrs)... Depois que encontrei com a Laély, cresceu a vontade de conhecer de perto outras amigas virtuais. E tua casa, com esse quintal, nossa, adoraria ver de perto. Abraço! Namaste

Cynthia, sou uma coelha meio fora da casinha (rsrs)... Me entusiasmo querendo inventar uma coisa e outra, mas acabo não rendendo muito nao... Beijoca

Fabiano Mayrink disse...

Rosana que lindo seus cestinhos pendurados, gostei demais! gosto muito dessas coisinhas! me deu vontade de fazer um pra mim, se fizer te conto, bjs e bom finalzinho de sabado!

rosana sperotto disse...

Fabiano, lembrei de ti quando postei a foto dos cestinhos. Sei que gostas desses reaproveitamentos. Eu também me encanto. Me conta mesmo se fizeres, tá? Beijo e um ótimo domingo

Laély disse...

Ô, Rosana...Nós e nossa mania penduradora!
Os ovinhos coloridos são uma viagem à infância perdida!
Você tá mais inspirada que eu...
Um beijo e boa semana!