segunda-feira, 3 de maio de 2010

Na ciranda de Cora

Muitas vezes pensei que a beleza de alguns comentários mereceria destaque para que nossos visitantes mais discretos, que não costumam se manifestar e, consequentemente, não veem a opinião de outros leitores, pudessem também conhecer as impressões dos mais falantes.
Nos últimos dias, não tive dúvidas que as mensagens do post abaixo, citando a poeta-doceira Cora Coralina, não poderiam ser desperdiçadas. Fiquei em estado de graça especialmente com dois relatos, que chegaram em perfeita ordem cronológica, trazendo Cora cada vez mais para perto. Vivências de duas amigas que estão sempre por aqui e que cresceram no espaço sagrado das afeições. Uma ainda não tem blog, mas escreve com fermento e suas palavras fluem mansas, contagiando com sua suavidade.
A Teresa Esteves chegou primeiro nos comentários e me contou este capítulo da sua história com Cora:
A lembrança da nossa querida e única Cora Coralina é emocionante!... Eu tenho o livro dela que traz essa poesia com a qual você abriu este lindo post de hoje...Recomecar...Fazer poemas...Não se deixar destruir...Plantar...Fazer doces! São palavras chaves e cheias de sabedoria para cada um de nos! Eu ate copiei este poema num de meus cadernos há muito tempo atrás...São versos cheios de coragem e vontade de viver a vida em toda a sua plenitude!Coisas de uma alma doce, íntegra, forte e iluminada...Coisas da "Aninha", como ela (Cora) falava...
E ainda te revelo um fato...Eu estive lá, na casa da Cora...A casa da ponte, onde passa ao lado o rio Vermelho...Uma bela casa colonial no coração da cidade de Goiás Velho! Me emociono de novo...Só de lembrar! Foi há alguns anos atrás, numa viagem à terra natal do meu marido...E me vem na memória as paredes antigas, o telhado marcado pelo tempo...O cheiro suave dos doces...Sim, na época as senhoras continuavam a fazer os doces e vendê-los na casa da poetisa...E tudo me vem assim, com gosto de sonho doce e embalado pelo vento que cruza entre o passado e o presente...E lembro da silhueta da mulher idosa e de alma tão jovem, que deixou abertas as portas dos seus anos para as novas gerações...Muito lindo, Rosana...
Um grande abraço apertado e emocionado no seu coração! Teresa
Há algumas semanas, Teresa também me presenteou com essas fofuras devidamente identificadas:
Os macaquinhos já estã0 voltando ao nosso quintal...Sao micos-estrelas que habitam pela nossa vizinhanca e sempre vêm nos visitar...Andam sempre em família e tem vezes que tem até 9 micos na nossa árvore! Eles ficam assoviando...Esperando que eu leve umas bananas pra eles comerem...rsrs... eles já fazem parte do nosso cotidiano e são criaturinhas muito engraçadas... São pequenos personagens que fazem do nosso quintal um lugar mágico!

A Lúcia Pietra, do blog Arte Sã - Arteira e Artesã, que como Teresa usa reticiências como que para continuar o pensamento, se encarregou do segundo capítulo com uma surpresa digna de grande final:
Rô....quando li seu post... quase chorei... de saudades de Goiás velho...Rô....eu conheci pessoalmente Cora Coralina..comi dos doces feitos por ela mesma sentada no quintal da casa da ponte...Depois de conhecer Cora e Goiás Velho a minha vida mudou...a cada ano, ano e meio tô por lá, pois é onde consigo recarregar minhas energias...aquela cidade inteira é uma arte...você anda pelas ruas e sente a historia que ela traz, além de encontrar com gente do mundo inteirolá... pintores, músicos, escritores, escultores, atores...ela pulsa...cada beco tem seu cheiro, sua cor, sua historia...Quem sabe poderíamos ir juntas para lá, sou amiga da presidente do museu da Casa de Cora...Lá não se gasta muito....as pousadas são simples, aconchegantes...tem uma que fica literalmente sobre o Rio Vermelho...é maravilhoso dormir com o som da água... Pense na ideia de irmos para Goiás juntas...ia ser maravilhoso..conheço cada beco...cada canto cada cheiro...ai que saudades...
Mil beijos...
Lu


À generosa Lu, que conheceu Cora, que comeu dos seus doces, que me estende a mão para realizar o sonho de pisar no habitat da poeta e que hoje apaga velinhas, um abraço grande de aniversário.

Às duas, meu agradecimento pela gostosa parceria que confirma as palavras da mestra, tão bem lembradas pela Taia Assunção, do Zambia meu lar, Brasil meu jardim, em outro comentário: "Feliz é aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina".

A Cora, que gerou todo esse movimento nos reunindo numa doce ciranda, uma prece de pura gratidão.

13 comentários:

msgteresa disse...

Alo,Rosana!
Minha querida amiga...Assim eu fico ate sem jeito...As palavras me saem sem rumo...Nem sei direito o que te dizer...Voce e suas surpresas,hein?
Minha mente ficou admirada e os meus olhos se encheram de agua...Me senti muito honrada, pelo seu carinhoso gesto ,de colocar o meu singelo comentario no seu post...Puxa,Rosana! E realmente uma alegria pra mim...Pois sou uma pequena fa sua,ja que te admiro muito e adoro o seu jeito de escrever e contar estorias...Pra mim voce e uma mestra preciosa, que nos ensina atraves da arte delicada de costurar as palavras e transforma-las em lindos trajes bordados!
Tambem fiquei encantada com o relato da Lu...E ela que conheceu a Cora la na casa da ponte? Que maravilhosas estorias ela deve ter pra nos contar...
Mas realmente te agradeco pela lembranca,que tocou o meu coracao de forma tao suave e magica,que me fez voar ate ai, no Rio Grande do Sul...Alem das serras distantes e das matas sem fim...Para aterrisar na tua casa encantada,onde voce,querida mestra, transforma letras em sonhos...
Que o vento suave do sul,leve o meu abraco emocionado pra ti,minha amiga !
Teresa

Taia Assunção disse...

Veja só o poder das palavras benditas. Alegram corações, solidifica amizades e cria outras novas. Gosto da sensibilidade com que escreves. Beijocas!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Sabe, isso que acho lindo em alguns blogs que vejo (o seu é um deles): o post é maravilhoso, fruto do esforço e bom gosto do blogueiro; como também os participantes do blog são excelentes, através do nível elevado de comentários.

Foi muito bonito vc postar o comentário, dar destaque a eles.

E que delícia ter tido a honra de conhecer a Cora pessoalmente.
Admirável.

Bjos, bom dia pra vc.

Lu Pietra disse...

Ro...Agora tenho mais ainda a certeza de que vc tem que conhecer Goias...pois com sua sensibilidade....delicadeza....carinho...generosidade...tem uma alma elevada para ver...ouvir...cheirar...e sonhar em Goias Velho e com Cora Coralina...
Ro...vc transformou meu dia com seu comentário...to rindo e chorando ao mesmo tempo...muito obrigado...

Ro...com calma...tenho certeza que iremos juntas...a Goias....vamso amadurecendo a ideia...para concretiza-la...

Mil Beijos para voce....

rosana sperotto disse...

Ô Teresa, sem jeito fico eu com essa declaração de fã. Viu só que mágica essa Cora, que nos trouxe até quem a conheceu de pertinho? Tô contando pra Deus e o mundo que tenho uma amiga que comeu os seus doces (rsrs)... Beijo, querida!

Taia, fiquei mesmo embasbacada com a força das palavras que promoveu esse encontro por aqui. Beijocas pra ti também

Alexandre, fico toda boba com elogio vindo de ti, que desenvolve um blog pra mim exemplar. É, acho que o chavão aquele que atraímos as pessoas certas quando a intenção é forte vem se confirmando por aqui. Bom dia (verde) aí também! Beijo

Ô, Lu, ganhei meu dia também sabendo que a surpresinha te fez tanto bem. Olha, começo a acreditar que chegaremos lá, na casa da ponte, juntas... Outro abraço, querida!

Cecilia Helena disse...

Olá Rosana, sigo seu blog, mas nunca fiz um comentário, vendo esse de Cora, que já conhecia apenas pelas reportagens de TV, me deu uma vontade louca de conhecer mais da vida e da casa dela, diante da impossibilidade pelo menos momentânea de ir conhecer a casa, se anime de ir lá e documentar tudinho pra nós leitoras vorazes de seu blog rsrsrsrs Beijos e já antecipo Boa Viagem!!!

rosana sperotto disse...

Oi, Cecília! Que prazer te receber aqui no espaço dos "leitores falantes"! Obrigada por seguir o AMÉM e pela torcida pela viagem. Vamos ver como esse sonho ganha forma... Um abraço bem grande!

Cecilia Helena disse...

Bom Dia Rosana, eu é que fico lisonjeada com sua resposta, e para mim é um prazer seguir seu blog, e tb tantos outros que me trazem tanto prazer em conhecer lugares, trabalhos e conhecimentos diferentes, que sem a Net seria impossível, são outros ares que respiramos pela telinha do PC. Beijos

Cecilia e Helena disse...

Ro, que coisa boa dar de cara com este seu post sobre a Cora Coralina. Me fez lembrar das viagens a Goiás Velho, da minha infância. Meus pais se lembram de ter visto a Cora na janela da casa dela, que agora é um museu. Veja só, no ano passado escrevi um post relacionado a Cora:
http://quiltsareforever.blogspot.com/2009/08/fim-de-semana-viagem-ao-interior-do.html
Beijo
Helena

rosana sperotto disse...

Oi, Helena, já fui lá ver o que capturaste da cidade da Cora. Que imagens lindas! E que maravilha: mais uma notícia "in loco" da grande figura. Rendeu mesmo a "ciranda" por aqui. Beijo

Laély disse...

Você escreveu sobre a Teresa, que sempre é uma das participantes mais assíduas, lá no blog. Sabe que, quem também confere qualidade e dinamicidade ao blog, são essas pessoas especiais.
Eu não conhci a Cora, mas bem que ela poderia ser nossa vovó, não é?
Abraço!

日月神教-向左使 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,a片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,性愛

sam samantha disse...

To create a such quite article is basically superb,I daily scan your blogs and provides my announcement for that here this text is simply too nice so fun. Judi Bola