sexta-feira, 30 de abril de 2010

Chinelinhos de mãe

Não te deixes destruir…
Ajuntando novas pedras
e construindo novos poemas.
Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces.
Recomeça.
(Cora Coralina)

Sonho conhecer a cozinha da nossa grande poeta-doceira, lá em Goiás. Sonho também com seu livro dedicado à doceria, um desejo mais próximo de ser atendido, quem sabe na próxima folga no orçamento. Lembrei dela escolhendo as fotos do post, talvez pela luz baixa que remete a uma atmosfera de casa do passado, e que prejudicou a nitidez das imagens. Então, com as devidas desculpas pela falha técnica, vai o convite para aproveitarmos o fim de semana abrindo uma fábrica de chinelinhos doces para presentear mãe, vó, tia-avó, sogra, amiga-meio-mãe, no Dia das Mães. A invencionice não é novidade na minha cozinha, mas fazia tempo que não brincava com as miniaturas confeitadas. Então, quem gosta de miudezas, e tem paciência com elas, vai-se deliciar preparando os pares únicos e exclusivos. A coleção delicada com certeza encantará as meninas, porque em todas idades, as mulheres se encontram numa mesma exclamação - Eu adoro sapato! - não é assim?
A receita
Ingredientes: 200g de manteiga sem sal em temperatura ambiente, 200g de açúcar, 200g de açúcar de confeiteiro, 3 ovos, rala da casca de 1 limão, 1 colher (sobremesa) de açúcar de baunilha, 1 colher (sobremesa) de fermento em pó e cerca de 750g de farinha de trigo
Modo de preparo:
Na batedeira, bata a manteiga, os açúcares e os ovos.
Junte a rala de limão e o fermento.
Retire da batedeira e vá acrescentando a farinha até a massa ficar com consistência de abrir, mas não muito firme.
Acondicione em saco plástico e leve à geladeira por no mínimo 2 horas.
Depois, abra porções pequenas sobre superfície enfarinhada, com rolo, na espessura de meio centímetro.
Para cortar a sola e a aba dos chinelinhos, improvisei um cortador amassando um aro de metal até se aproximar da forma. Pode-se usar também uma latinha (como a de extrato de tomate pequena) apertando do mesmo jeito. Corte as solas e as abas (metade da sola)
E junte as duas partes apertando levemente para "colar".
Leve ao forno médio por mais ou menos 15 minutos, cuidando para que os biscoitos não fiquem corados demais. Para o glacê, na batedeira, bata 1 clara com 4 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro e 1 colher (sopa) de suco de limão, em velocidade máxima, por 5 minutos. Acrescente mais 250g de açúcar de confeiteiro e volte a bater por mais 10 minutos. Mantenha em pote fechado até o momento de usar.
Espalhe o glacê sobre a aba dos chinelinhos usando uma espátula pequena, e para facilitar, molhe-a na água antes de cada biscoito, assim ele espalha mais uniforme.
Enfeite com confeitos (a variedade deles me deixa enlouquecida nas prateleiras) e espere secar.
Para embalá-los, acomode em bandeijinhas de papel, um ao lado do outro, misturando modelos e fechando bem com filme plástico, para não perderem a crocância. Os meus preferidos são estes aí, com bolinhas de todas as cores... Parecem saídos de uma ilustração de livro infantil, e se piscar duas vezes, quase vejo a senhorinha sua dona (rsrs).
E para seguir o conselho de Cora por inteiro, a primeira flor da roseira menina que deu à luz na semana passada, uma festa no meu jardim.
Que a alma luminosa da querida mestra nos faça uma doce companhia e nos desperte para recomeços e novos começos. Amém!

14 comentários:

Cacau Gonçalves disse...

Mas que coisinhas mais fofas!
E devem ser deliciosos tb...Hmmm...
Estamos em fase de comilança tb, Rosana! rs
Coisa boa...;-)

beijão

Cacau Gonçalves disse...

Ah... Essa foi engraçada!!! Enquanto vc está lá comentando no meu blog, eu estava aqui comentando no seu!!! hahahahahah

Ah, eu adoro as nossas sincronicidades! :-)

Rosana, a mandala não é artística, é de cartas mesmo...rs Mandala é o nome de um jogo bem completo que fazemos, com 12 casas correspondendo aos 12 signos do zodíaco (mandala astrológica) e mais uma carta central que vai refletir o nosso self. Através deste jogo, é possível analisar vários setores da nossa vida, como se cada carta nos enviasse um recado para refletirmos sobre tudo que anda acontecendo naquele setor.

beijão, queridona!

rosana sperotto disse...

Tô rindo aqui também, Cacau! Fiquei passando daqui pro Pitacos e de lá pra cá, como se estivéssemos no msn. Eu também adoro essas sincronicidades, parece que me acordam melhor pra vida. Querida, fiquei ainda mais curiosa agora por essa mandala. Nos falamos por e-mail, tá? Beijão

Laély disse...

Acho que mais adequado seriam pantufas, fofas!

Fabiano Mayrink disse...

delicadezas assim faz o presente se tornar especial!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Poxa, que legal essa receita! E não é que fica bem parecido com um chinelinho?

Não sabia que tinha esse livro da Cora Coralina! Além de maravilhosa poetisa ainda era mestra na cozinha?
Tb quero o livro rs.

Seu post está DELICIOSO! Bom fim de semana p vc

rosana sperotto disse...

Tá certo, Laély! Acho que estão mais pra pantufas mesmo, ainda mais aqui no Sul, com o friozinho batendo à porta. Beijo, madrinha!

Fabiano, sou viciada nesse hábito de fazer um presentinho, mesmo que compre outro. Acho que as pessoas em volta até já esperam por ele. Mas é uma "obrigação" muito gostosa. Abraço!

Oi, Alexandre! O livro é lindo mesmo, à altura da grande figura que foi Cora. Já estive com ele nas mãos algumas vezes, mas um dia ele vem comigo (rsrs). Bom fim de semana aí também! Abração!

msgteresa disse...

Alo,Rosana!
Recebeste o meu e-mail?La eu conto uma pequenina estoria de como recebi uma bela lembranca amiga...(Rs...Rs...)Mas aqui continuam os meus sinceros agradecimentos pelo carinho do seu gesto...Fiquei ate emocionada,sabe?E muito agradavel a gente saber que ai,tao longe da nossa casa, alguem se lembrou de nos...Muito obrigada,minha querida!
Mas hoje voce me traz mais esta surpresa...A lembranca da nossa querida e unica Cora Coralina!Que emocionante...Eu tenho o livro dela que traz essa poesia com a qual voce abriu este lindo post de hoje...Recomecar...Fazer poemas...Nao se deixar destruir...Plantar...Fazer doces! Sao palavras chaves e cheias de sabedoria para cada um de nos! Eu ate copiei este poema num de meus cadernos ha muito tempo atras...Sao versos cheios de coragem e vontade de viver a vida em toda a sua plenitude!Coisas de uma alma doce,integra,forte e iluminada...Coisas da "Aninha",como ela ( Cora ) falava...
E ainda te revelo um fato...Eu estive la,na casa da Cora...A casa da ponte,onde passa ao lado o rio Vermelho...Uma bela casa colonial no coracao da cidade de Goias Velho! Me emociono de novo...So de lembrar! Foi ha alguns anos atras,numa viagem a terra natal do meu marido...E me vem na memoria as paredes antigas,o telhado marcado pelo tempo...O cheiro suave dos doces...Sim,na epoca as senhoras continuavam a fazer os doces e vende-los na casa da poetiza...E tudo me vem assim,com gosto de sonho doce e embalado pelo vento que cruza entre o passado e o presente...E lembro da silhueta da mulher idosa e de alma tao jovem, que deixou abertas as portas dos seus anos para as novas geracoes...Muito lindo,Rosana...E muito obrigada de novo!
Um grande abraco apertado e emocionado no seu coracao!
Teresa

Lu Pietra disse...

Oi Ro....quando li seu post...quase chorei...de saudades de goias velho...Ro....eu conheci pessoalmente Cora Coralina..comi dos doces feitos por ela mesma sentada no quintal da casa da ponte...Depois de conhecer Cora e Goias Velho a minha vida mudou...a cada ano , ano e meio to por la, pois é onde consigo recarregar minhas energias...aquela cidade inteira é uma arte...vc anda pélas ruas e sente a historia que ela traz, alem de encontrar com gente do mundo inteiro...lá..pintores, musicos, escritores, escultores,atores...ela pulsa...cada beco tem seu cheiro, sua cor, sua historia...Quemsabe podeiramos ir juntas para la, sou amiga da presidente do museu da Casa de Cora...Lá não se gasta muito....as pousadas são simples, aconchegantes...tem uma que fica literalmente sobre o rio vermelho...é maravilhoso dormir com o som da agua...Me passe o seu endereço pelo meu email....quero te enviar algo...

Pense na ideia de irmos para goias juntas...ia ser maravilhoso..conheço cada beco...cada canto cada cheiro...ai que saudades...

Mil beijos...

Amanha é meu pic pic....vou comemorar mais facil sabendo agora que vc tb é fão de Cora...

Namaste...

Rosana Remor disse...

Hum...que delícia!!!Obrigada pelo carinho e pela poesia de Cora Coralina!!!Suspirei e sonhei!!Beijos!!

Taia Assunção disse...

Que coisinha mais graciosa. Parabéns. Nunca tive muito jeito com pães, mas admiro quem sabe fazê-lo. Também enchi a casa de flores em vidrinhos de azeite nesse final de semana. Eu ri, porque não sou adepta ao uso desses vidros. Como a vida dá voltas! Beijocas e boa semana. "Feliz é aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina". (CC)

Solange Fernandes disse...

Amei os chinelos, Rosana! Só você mesmo para trazer estas belezas delíciosa.Fico com água na boca. bJS

Tato disse...

Oi Rosana.
Adoro Cora Coralina, sem comentários para tamanha sensibilidade.
Agora fala sério, a mulherada podia manerar nos sapatos....
Sempre achei que o melhor presente é aquele que podemos demonstrar nossos reais sentimentos, e com toda certeza, faze-los é uma grande demonstração de amor para com a pessoa que irá recebe-lo.
Sensibilidade, amor e poesia!
Boa semana pra voce,
bj meu
Tato

日月神教-向左使 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,性感影片,正妹,聊天室,
情色論壇