sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Brinquedos, renas, desejos e neve!

Prosseguindo com nosso passeio na Aldeia do Papai Noel, em Gramado, RS, que começou aqui, a próxima parada é a Fábrica de Brinquedos.
Num grande pavilhão, é ali que o bom velhinho e seus ajudantes crafters de mãozinhas cheias trabalham o ano todo para dar conta de confeccionar os brinquedos e atender aos pedidos.
Sua assistente confere atenta a produção...
enquanto cada setor dá conta do seu recado.
Aqui, lembrei das amigas costureiras, que também já estão com suas bancadas abarrotadas de encomendas para o Natal, não é Lu , Ana e Beti?
Mas Papai Noel também põe a mão na massa e como chef de cozinha não deixa por menos e faz bonito.
Mais adiante, meus olhos brilham em dobro...
pelas casinhas minuciosamente decoradas.
A história dos enfeites natalinos traz orgulho aos gaúchos e a fábrica exibe com destaque...
a primeira máquina de bolas de Natal.
À noite, a Aldeia ganha o brilho de milhares de luzinhas, e durante o dia, a vista do Vale do Quilombo, ao fundo, é um espetáculo à parte.
Voltamos a pé para a carona que nos aguardava...
mas o trajeto também pode ser feito de um jeito ultra-moderno, neste metrô aéreo:
Bem acomodados no trenzinho...
a volta reserva fortes emoções...
E aí estão elas, em horário de preguiça...
ao vivo e em cores, como nas ilustrações.
Logo em frente, nosso gentil motorista faz mais uma pausa e a cena, tocante, remete a um ritual budista. Nas plaquinhas de madeira recebidas na entrada do parque, escreve-se rapidamente pedidos, e lá vai o marido, aniversariante do dia, levá-las para se juntar às centenas de desejos ali depositados. Que a força dessa natureza pulsante diga amém à saúde nossa e de todos a quem amamos que pedimos com fé revigorada.

Na casa dos ursos, uma lojinha para testar o controle de consumo (rs)...
e ao lado, no museu de brinquedos, raridades de várias décadas, lindíssimas...
como as loucinhas que me levaram de volta à casa da madrinha, dona de uma coleção que ainda hoje lembro com detalhes e saudade.


E na reta final, hora da folia...no banho de neve de mentirinha, uma divertida provinha de faz-de-conta que só faz aumentar o desejo de conhecer uma paisagem nevada de verdade.
E o recadinho do Papai Noel, um pra mim, outro para vocês, queridos amigos:

"É época oportuna para escutar nosso coração e principalmente ouvir o que nos diz o coração de quem está ao nosso lado."

Amém!

O Amém está no blog do Papai Noel, recheado de notícias sobre o Natal na Aldeia e em Gramado, um lindo presente que vocês podem conferir aqui.

18 comentários:

Beti Copetti disse...

Ah, que belo passeio! Fez teu pedido para o Papai Noel?

calma que estou com pressa disse...

oi rosana- já é natal a´- gente agora acaba o dia das crianças - já tem natal rss
mas e lido Graado toda esta epoca, aliás em qualquer epoca, tem ate´neve uai-tchê-
então foi daí que tu não conseguiu comprar a ovelhinha - agora tu pode produzir a tua - com aqalá grssa para tapeçaria- e qualquer dúvida me chama-
sabe que eu comprei a minha ovelha grande - na otavio rocha em porto alegre, quando comprei o meu pelego- olhei aquela ovelha fofa e não resisti -
mas imagin que agora deva esar mais caro-
noss agora tem até metro- gramado não é mais a mesma gramado dos meus tempos-
bjs

Anita disse...

Agradeço por esse lindo passeio, se já é bonito por si só...com sua descrição poética então... fiquei daqui só nos aplausos, sentindo gosto de quero mais. Obrigada por me levar de volta a uma infância tão querida e saudosa. Bjs.

Ana Matusita disse...

Levou a cartinha pro Papai Noel? se eu soubesse desse passeio mágico, teria mandado a minha por vc!
Aqui na mini filial da fábrica, eu e os duendes estamos trabalhando bastante!
bj,
Ana

Rosana Sperotto disse...

Beti, fiz sim: saúde e mais saúde! Depois de um susto com uma manchinha estranha na mama, que graças aos céus é benigna, fica-se ainda mais convicto de que "saúde é o que interessa". Beijos!

Lúcia, também não gosto nada dessa antecipação natalina, mas em Gramado é impossível resistir aos tantos apelos, e a Aldeia fica aberta o ano todo. Preciso comprar esse tipo de lá para fazer minhas ovelhinhas. Depois te conto como ficaram, tá? Beijao

Anita, que delícia saber que a carona foi tão bem aproveitada por ti. Obrigada pela companhia! Grande beijo

Ana, talvez teus pedidos tenham chegado lá por outras vias, né? (rs) Adoraria ver de perto essa filial, quem sabe um dia, hum? Beijos!

maría cecilia disse...

Hola Rosana, vengo del blog de Marina Mott a conocerte, me ha encantado la guirnalda que le enviaste de regalo!!!
Tu blog está precioso y veo que estás en la nieve ahora... la nieve para mi no es nada de agradable, anoche acaba de nevar en plena primavera y mi jardín ha quedado hecho un desastre!!!
Cariños desde Chile,
maria cecilia

Renata Boechat disse...

Olá,

Boa tarde!

Por recomendação da Marina Mott, vim conhecer seu blog, e deixo meus parabéns!

Essa aldeia do Papai Noel, eu nem sabia que existia, que lugar encantador, as suas fotos mostram bem!Obrigada por compartilhar!

Um abraço,
Muito prazer,
Renata Boechat
www.eternosprazeres.blogspot.com.br

Jô Bibas disse...

Rosana,

Teu blog continua lindo e inspirador! Gostaria que você também acompanhasse a viagem da qual acabo de voltar, na página Itália do www.arteamiga.wordpress.com

Marina Mott disse...

Que lindo!!! Tudo muito fofo!!!Bjs!!

PatchJoana disse...

Obrigada Rosana, um beijão para você tambem.

Tina disse...

Amé, amém! Que encanto a Aldeia. Precisamos conversar, sempre tive uma certa resistência em ir lá, achava que era só comércio e q teria pouca coisa para ver. Mas ... com a desculpa de levar o Murilo vou ir logo, logo ... rsrsrsrs. Daqui uns dias vou me aventurar a fazer aquela receita das bolachinhas sozinha. Quero manter esse encantamento do Natal para o Murilo. Parabéns, teu blog ultrapassando fronteiras. Ahora estás en Chile! Qué bueno!

Rosana Sperotto disse...

Maria Cecília, é um prazer receber tua visita de terras nevadas. Aqui, a neve é de espuma de sabão, mas tenho fascínio por vê-la de verdade, ainda que saiba de seu lado menos "romântico". Um grande abraço brasileiro!

Renata, obrigada pela visita, logo retribuirei. Abraço comc arinho!

Jô, já fui lá conferir a Itália que nos mostras com riqueza de detalhes. Adorei a carona! Beijo!

Marina, é tudo muuuuuito fofo mesmo, um sonho! Beijos!

Joana, que bom te ter aqui! Beijo, querida!

Poderosa Ponto Com disse...

Oi Rosana...
Acho que aí o natal não me deixaria triste.
Acho que me sentiria uma criança feliz num reino encantado...kkkk
Ah, nem sei porque disse isso. Quem disse que é só criança que precisa de ter momentos cheios de magia!
Deve ser magnífico e muito alegre o natal no sul.
Beijos...

Taia Assunção disse...

Que lindo...fiquei encantada. Por aqui essa tradição não existe...a árvore é montada no dia...snif. E na rua não há nada enfeitado. Belo passeio. Beijocas!

Cecilia Helena disse...

Oi Rosana, estou de volta depois de uns dias sem poder entrar na net, mas já fui bem recebida por mais este post sobre a terra do Papai Noel, adorei, essa lojinha é um perigo, pois posso surtar visitando-a!!! Essa neve faz lembrar filminho de final de ano... adoroooo... aqueles bem melados mesmo que deixam a gente com lágrimas nos olhos e sorriso bobo na cara! rsrsrs Beleza de passeio! Bjs

Tamara Schulenburg. disse...

Liiiiindo, Gramado é realmente liiindo! Não vejo a hora de poder ir novamente, é realmente um encanto, uma cidade delicada em todos os minímos detalhes!
Estou seguindo você.

http://www.tamarabijoux.blogspot.com

Fabiano Mayrink disse...

Que delicia de passeio Rosana! os relógios da estação encheu ela de encanto!

gostei do lugar onde as renas estão, cheio de pinheiros e musgos nos troncos, parece magico! as raízes das arvores expostas levemente no chão me encanta!

Fabiano Mayrink disse...

vou indo, meu dia hoje visitei vc e a Teresa que tambem se encanta com a beleza da natureza