quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Doçuras

Como a abelhinha nas minhas lavandas, que tão gentilmente fez pose, paradinha o tempo necessário para eu encontrar o foco da máquina sem lá grandes recursos, vamos percorrer as delicadezas dos meus últimos dias e nos adoçar juntos?
Gelatina com molho de baunilha, servida em taça no "crafter room", coloriu de suavidade vintage uma tarde de trabalho.Bibi banhando-se ao sol, metódico e vagarosamente, é um docinho de coco para todos os meus sentidos. Mais uma cadeirinha vestida de arco-íris, para uma menina Maria. Não é um algodão-doce?
Um buquê de camomila, presente de Dona Julita para um chazinho depois de certos exageros, perfuma a cozinha, ao lado do café companheiro e do açúcar aromatizado pela fava de baunilha.
Chocolates suíços trazidos na bagagem da amiga Susi da sua terra natal, e mais uma constelação de mini-sóis, acordam o apetite para as delícias da vida. E o olhar cúmplice de uma ruivinha, depois de "lamber" o prato da sobremesa, não é a prova viva de que os momentos doces são a melhor vacina contra a visão embaçada pela amargura?

Que nos motivemos a ter olhos para reconhecer a riqueza da nossa despensa de parágrafos açucarados. Amém!

Atualizando: Ganhei hoje mais um presente muito doce, dessa vez em forma de post. A talentosa e querida Andrea Guim, do BlogArte, dedicou espaço na sua vitrine tão conceituada para os "pequenos móveis" que nascem aqui. Passa e vê se não é de ficar derretida de tão contente.

Obrigada, Dea!!!

20 comentários:

Alfa & Ômega disse...

Rosana, poesia pura seu post.Reconfortante ... mágico. Deus lhe conceda grandes graças! Amém. Sua visita em meus blogs é louvor! Beijão!

Laély disse...

Menina, a abelinha não quis pousar em você, não? Anda tão doce!...rs
Reparou que a sobremesa combinou com a toalha, também?
Bibi, que meigo!
E a ruivinha? Concordo: tudo muito doce.

Kelly K. disse...

Vc poderia dar a receita do creme de baunilha? A foto ficou ao bonita, tudo tão apetitoso....

Marina Mott disse...

Que belo post!! Adorei! O Bibi é um fofo; essa ruivinha é linda!, e a cadeirinha...um encanto. Muito linda! Bjs!!

Cacau Gonçalves disse...

Amém! :-)

É tão bom quando esta doçura invade a nossa alma... Estou precisando de doses maciças! Ler esta postagem já foi um bom começo! ;-)

beijos

Cecilia Helena disse...

Rosana esse post está um doce só! A lavanda com a hóspede, a sobremesa na linda taça fica ainda mais gostosa, a cadeirinha tá maravilhosa, feliz Maria! Bibi e a ruivinha são encantadores! Acredito que sua casa deve ser um local muito querido pelas crianças, pois tem muito de magia e meiguice, me lembro que quando criança sempre ia na casa de uma amiguinha brincar e ao lado tinha a casa de uma artesã. Ela descartava os restos de trabalhos num terreno baldio ao lado e nós nos tornamos exploradoras do local, tinha coisas fascinantes pra nós pequenas! Foi lá que conheci o primeiro trabalho de origami, eram verdadeiros tesouros pra nós! Vim de um lar que pouco se tinha de trabalhos manuais, resultado da infância dos meus pais que vieram da roça e se ocupavam somente dos trabalhos diários e os momentos de brincadeiras eram poucos! Por isso digo que sua casa deve transmitir esse ar de encantamento para as crianças, sem falar da sua doçura! Bjs

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

sabe, é receita de uma vida feliz.
amor, flores, felicidade e um bom doce.

como a vida é boa, né? que coisa mais linda o post!
vc merece!
bom dia

Cris Rosa disse...

Que docura! Linda foto!Merece muito destaque!
Que charme a caderia da Maria! Parabéns pelo seu mimoso trabalho!
Adorei a foto do Bibi e a sua com a Ruivinha está de uma ternura!!!!
Adorei tudo!
Bjkas

Rosana Sperotto disse...

Luiza, te visitar sempre me faz muito bem. Obrigada pelas palavras tão lindas. Beijão pra ti também!

Laély, se ficar "melosa" demais, avisem! (rs) Isso é tarefa dos amigos. (rs) O tecido da foto da taça é a minha mais nova paixão, e assim que "pousei" a sobremesa sobre ele, me encantei com a atmosfera tão retrô, né? Beijos doces


Kelly, o molhinho é tão básico: bato uma gemada com 3 gemas e 2 colheres de açúcar, acrescento 1 colher de Maizena e misturo em + ou - 1/2 litro de leite. Levo ao fogo, mexendo sempre, até engrossar (cuidando para não ferver e talhar as gemas). Beijo, querida!

Marina, obrigada pela doçura de palavras. A guirlandinha seguiu viagem ontem! Beijos!

Cacau, que alegria saber que consegui respingar minhas doçurinhas até aí! Mas, olha, te vejo tão açucarada também... Beijos "glaçados"!


Cecília, os pequenos gostam muito mesmo da minha casa, que às vezes parece uma loja infantil com bonecos, fadinhas, gnomos por todos os cantos. Adoro quando vêm me visitar e tenho companhia nas "criancices". (rs) Imagino que mágicos deveriam ser esses momentos encontrando tesouros descartados. Sabe, me impressiono como essas vivências da infância são significativas, como muitas vezes dão rumo a muitas facetas nossas. Beijos açucarados, querida!

Alexandre, adoro teu entusiasmo, tua capacidade de mergulhar nos posts e vivenciar a essência deles. A vida é boa sim, querido! Melhor ainda quando temos com quem multiplicar as alegrias, né? Beijos!!

Cris, doçura e ternura me lembram tanto de ti. Obrigada por engrossar o coro dos "açucarados" (rs). Beijocas de mel!

Anita disse...

Rosana q post lindo esse seu, amei tudo: imagens, palavras, e reflexões. Já sou sua seguidora há um tempinho, e queria q vc fosse lá no meu cantinho pra ler, se possível, o post "É lixo ou não é?", nele vc vai ver uma cadeirinha... e quero pedir sua autorização pra "roubar" sua idéia e fazer algo parecido com ela. Claro q não vai sair nem perto das suas belezuras, mas vc me deixa tentar algo parecido? Espero sua visita e autorização. Bjs.

Mari disse...

Rosana,
Lendo suas postagens fico feito a ruivinha a olhar pra você....um olhar de encantamento e alegria. Você é uma fadinha, menina! Amém!
Beijos.

Taís Marçal Diniz disse...

Lindo post amiga, eu adoro essa cadeirinhas, já fiz algumas, tá no meu blog de arte...apareça amiga!
Beijocas!

c r i s disse...

Você é o doce em pessoa, Rosana! Essa abelhinha devia saber disso! A cadeirinha ficou um mimo com o tecido estampadinho e a ruivinha, uma fofa!! Ah!! Parabéns pelo filhote!! Bjo grande!!

Fabiana Tardochi disse...

Rosana, como não conheci seu blog antes? Agora não saio mais daqui!rsss adorei tudo por aqui e fique extremamente emocionada com seu post. Fotos, reflexões, poesia. Você é incrível na arte de se expressar.
Gostaria muito que fosse me visitar também. Bjs açucarados!

msgteresa disse...

Alo,Rosana!
Minha doce amiga...Que bom te ver assim, as voltas de doces companhias!
O perfume docinho e delicado ate ja chegou por aqui, fazendo a minha tarde um pouco mais doce tambem...
Gostei de tudo,viu? Desde a abelhinha ate a linda princesinha ruivinha!
E te agradeco por nos lembrar, que e de pequenos e doces momentos que se vive realmente a vida!
Beijos pra ti!
Teresa

Cláudia disse...

Olá!
Vim de encontro a este blog através de um outro que mostrava as suas cadeirinhas. Devo dizer que são lindas!
Também decoro cadeiras de criança mas nada se compara ao seu trabalho.

Muitos Parabéns!

Um beijinho!

Carina disse...

'suspiiiiiros.............'

Anita disse...

Oi Rosana, obrigada pela visita e pela autorização,rs. O link é esse aqui http://casadaanita.blogspot.com/2010/10/e-lixo-ou-nao-e.html
Vc não vai ver nada demais nesse post, mas nele mostro os meus "achados". As 2 molduras e a tela já foram transformadas e já fazem parte da decor da minha sala, mas ainda não postei. E falta a caderita... que por enquanto está na varanda com uma plantinha em cima. Mas vi o seu trabalho e apaixonei. Ve lá se naquele modelo dá pra fazer algo no genero. Bjs e super obrigada mais uma vez. Apareça sempre, vou adorar. Anita.

Nárriman disse...

Quanta sensibilidade em sua "lentes humanas"...
Parabéns pelo reconhecimento de seu trabalho!!! Sucesso!
bjk

Cheiro de Vanilla disse...

Fiquei aqui babando com tanta docura.
Amei conhecer seu blog, muiito meigo, simples, parece estar em sua casa.
Bjs....
Depois me fala dos suspiros ok.