quarta-feira, 22 de junho de 2011

Vermelho e azul com bolinho

Será que a histórica rivalidade entre colorados e gremistas, apesar de não curtir futebol, era a razão da minha antipatia de até bem pouco tempo pela combinação vermelho e azul? Ou seria culpa da associação com a bandeira norte-americana, que segue não caindo nas minhas graças estéticas (nem com todo talento da rainha do craft Martha Stewart inventando moda para as comemorações do 4 de julho), muito menos nas graças políticas e tanto mais que representa? Uma coisa é certa: nem tudo que repudiamos um dia permanece nos causando mal-estar. De outra coisa também não tenho dúvidas: o olho desperta para novidades quando menos se espera e, aí, o que até então desagradava, num belo dia mostra sua outra face. Quando vimos, temos novos amores. Assim, com a colaboração de uma profusão de imagens casando azul e vermelho pelos blogs afora, acabei rendida. Hoje engrosso a turma dos apaixonados pelo casamento dos rubros com celestes, turquesas, anis...



Renovei então a despensa das linhas e tenho palpitações a cada descoberta de um novo tecidinho que conjugue as cores, como o da toalhinha que me acompanha nos últimos dias. Ela já deveria estar pronta e ter tomado o rumo da casa da presenteada, que aniversariou ontem, mas faltou mão e sei de antemão que serei perdoada pelo atraso. Confiança que as amizades estabelecem como só elas, né? Tem também aqueles em quem confiamos de olhos fechados enquanto abrimos o pacote, os que acertam sempre na escolha de nossos presentes. Com o filho é assim, a afinidade mútua com a cozinha garante, mesmo que nossos olhares de menina e menino, de amadora e de profissional, peguem caminhos opostos nos detalhes. Muitas vezes ele consegue driblar a situação e encontra um caminho do meio, com peças "unissex". Noutras, se rende um pouquinho às mimosices que sabe renderão um plus de alegria na alma cor de rosa da mãe, e ganha o dobro de beijos. No Dia das Mães, não deu outra: as xícaras em pares vermelhos e azuis, em tons vintage, me fizeram feliz em dobro. Pela beleza das peças de louça portuguesa e por sua sensibilidade para conhecer até minhas paixões recentes, ataca-me a corujice cada vez que vão à mesa.
Nessa semana cinzenta, suas cores parecem mais desbotadas nas fotos, mas ao vivo, garanto que ajudaram a quebrar a monotonia dos cafés, mais ainda tendo como fundo as cerejinhas da Bela. Mas faltava um item nesse cenário para entrar por instantes no País das Maravilhas. Bolinhos, é claro! E para buscar outras novidades, testei o Bolo de Cenoura e Nozes, da última edição da Claudia Comida&Bebida, dispensando recheio e cobertura, requinte e calorias demais para uma Alice de mentirinha.

Vale experimentar:

1 cenoura grande ralada grosso

1/2 xícara de nozes trituradas

1 xícara de açúcar

2 ovos grandes

90 g de manteiga sem sal derretida
1 1/2 xícara de farinha de trigo

1 1/2 colher (chá) de fermento em pó

1/2 colher (sopa) de bicarbonato de sódio

1/2 colher (chá) de canela em pó

Na batedeira, bata a cenoura com as nozes e o açúcar.

Junte os ovos e a manteiga e bata por mais um minuto.

Sem parar de bater, adicione a farinha misturada com o fermento, o bicarbonato e a canela até a mistura ficar homogênea.

Em fôrmas ovais de 12 cm untadas e polvilhadas com farinha (usei uma pequena de orifício central e outras de papel para cupcake), leve ao forno moderado, preaquecido, por 25 minutos ou até dourar.

Rendeu 6 bolinhos, de massa delicada e sabor suave, deliciosos.

Bom final de feriado, quem sabe com bolinho, hum? Amém!

17 comentários:

Marion disse...

Linda a combinação... de fato, se fosse apenas pensar, talvez não fosse colocá-las juntas na decoração! Mas ficou super! Abs. e bom feriadão! Marion

Helena Garcia disse...

OI, Rosana !
Vi seu blog em amigas comuns e vim te conhecer! Ai, menina, eu também tô apaixonada por estes tons de vermelho e azul, sabia? Fica lindo, né?
Quando puder, apareça no meu bloguito pra uma visitinha,tá?

Um beijão e um lindo fim de semana pra vc!
Helena
http://www.diaadiacorridinho.com.br

Ivani disse...

Anotada a receita do bolinho. Pode apostar que vou fazer!
Sabe Rosana, eu gosto de vermelho e azul, mas depende do tom de azul...
esse da xícara está lindo, combinando perfeitamente.
Tem uns azuis que não combinam ,ficam pesados.
O seu conjunto está perfeito. Sua postagem também, como sempre.
Beijos querida, bom fim de semana.

Isis disse...

Oi Rosana...
Vim aqui toda gulosa e já lí três de seus posts.
Sempre venho aqui buscar um pouco do seu encanto.
Esse cantinho aconchegante que sempre nos convida a voltar.
Sejam suas as palavras ou dos seus autores prediletos sempre saio sacudida, cheia de vontade de vida.
Beijos contadora de histórias...

c r i s disse...

Ai Rosana, imagino o tamanho da tua corujice...ainda mais com este conjunto lindo, a combinação perfeita de tons. Há algum tempo bati na boca ao dizer que desgosto de alguma cor, pois já mudei de idéia algumas vezes ao deparar com a combinação de cores que antes me fazia torcer o nariz...agora gosto de tudo, dependendo do tom, ficou complicado? Kkkkkkk! Bjo querida!!

Adriana disse...

OI, Rosana!!! Azul e vermelho é tão lindo, né? Vi lá no Dia a dia Corridinho, da doce Helena tanta coisa linda nessas cores!!!
Esse bolo parece deliciosoa, vou copiar a receitinha!!!

beijossssssss

Chris da Chria disse...

Oi Rosana!
Sabe, sempre que venho aqui não tenho vontade de sair...É tão acolhedor, cheio de paz...
A combinação, o bolinho...- adorei querida!
Bjos e uma semana cheia de bons fluidos pra você!
Chris da Chria
www.chria.com.br
www.amaischria.com.br -blog

Alfa & Ômega disse...

Rosana, a maturidade, graças a Deus, fase longa e a mais bela, vai nos amansando, nos moldando, quebrando as arestas, pondo os pingos nos is, tirando o ranço, o bolor e até o fulgor. Fulgor porque aprendemos ao longo, de ver com olhos mansos. Expliquei a sua aceitação? Bjbjbj!!!

msgteresa disse...

Oi,querida Rosana!
Sei que ando sumida,né? Mas não tenho me esquecido de ti,minha amiga...Quando posso, sempre dou uma passadinha por aqui,embora a pressa das pequenas coisas da vida, não tem me permitido demorar.
Espero que tudo esteja bem com vocês. Estive viajando na semana passada e vi tantas coisas bonitas que me fizeram lembrar de ti!
E quanto a combinação do vermelho e do azul... É verdade que também semprei achei muito americanizada, mas hoje me sinto mais livre sobre este assunto... Misturar cores e experimentar combinações exóticas ou mesmo singelas,fazem a nossa alma voar por céus nunca antes tocados, e acabam revelando uma nova e deliciosa viagem lúdica!
E esse bolo de cenoura? Parece tão delicioso...E como o povo daqui de casa adooora bolo de cenoura,certamente vou experimentar! Com esse friozinho, não tem nada mais gostoso do que o aroma de um bolo saindo do forno... Uma delícia para os nossos sentidos!
E não te esqueças que eu adoro vir até aqui...As tuas palavras encantadas sempre tocam o nosso coração e iluminam a nossa alma!

Beijo grande pra ti!
Teresa

Beti Copetti disse...

Dia destes passei aqui. Não consegui entrar, fiquei espiando pela janela o menino fazendo bolo. Por algum motivo especial, o blog se recusou a receber meu alô. Voltei pra minha Casa al mare e encontro lá um bilhetinho teu! Mas olha a coincidência! Tentava eu entrar na tua casa, e tu, passeando lá na minha!

Voltei hoje, já fui entrando, me sentindo em casa, escolhi a xícara vermelha -qual mais poderia escolher? - e, muito sem-cerimônia, peguei uma fatia de bolo. Devo te dizer que os pedacinhos de nozes estavam uma maravilha! Crocantes! Deliciosos!

Não peguei a receita, porque, como tu, também tenho filhas (no meu caso são duas filhas) cozinheiras. Mas, ao contrário de ti, não gosto de cozinhar. Fico no colorido dos tecidos e linhas, e, quando o bolo está pronto, as filhas me chamam pra comer! É um mundo quase perfeito!

Bom, como diziam os mais antigos, a conversa tá boa, o bolo uma delícia, mas preciso ir. Passa lá, vamos continuar a conversa outro dia. Não garanto bolo, mas podemos acompanhar o chá ou o mate com uns biscoitinhos de canela. Tem um pote cheio! (Claro, preparados pela filha, na última vez que esteve aqui.)
Até mais!

Iara Maciel disse...

Ai que delícia...amei! Estou sentindo falta de você lá no blog, dá uma passadinha lá, uma ótima semana pra você! Beijos. Iara
www.negracriativa.blogspot.com

Taia Assunção disse...

Não é a minha combinação de cores favoritas, mas tem hora que fica muito bom. Tudo depende do tom e da combinação. Saudades de você, espero que as coisas estejam se ajeitando. Tem promoção lá no blog: http://zambiameularbrasilmeujardim.blogspot.com/2011/07/aniversario-do-blog-e-promocao.html Beijocas!

Vanessa Nascimento disse...

Oi Rosana! É a primeira vez que visito seu blog e gostei muito. Amei as xícaras, tudo a ver com minha cozinha. Ultimamente não posso ver nada vermelho e azul que fico doida rsrs. Hoje mesmo já me presentei com uns pratinhos vermelhos rsrs. Vi que você é do Sul, recentemente estive em Gramado e Canela, amei. Espero voltar com mais tempo e poder conhecer mais cidades. Também tenho um blog, na verdade ele está no comecinho, se você puder dá uma passadinha lá, vou ficar muito feliz com sua visita.
http://ojardimdaborboleta.blogspot.com/
Bjs!!!

Bela disse...

Rosana, querida, estou rindo ainda do " beijos encarangados" !!!rsrsrsrs...usa-se este termo aqui tbém...rsrsrs...pois encarangada estou eu ao sentar à minha Singer e costurar, costurar...acredito que minhas feituras estão saindo meio tortas pois tremo de frio!!!rsrsrs...
Cerejinhas bonitinhas mas quem rouba a cena é este bolo delicioso que vc preparou!!! Aix, que vontade de um pedaço!! Coisa do sul esta de café com bolo, serã? Aqui é sagrado, café da tarde com bolo ou pão com ricota, nata e geléia ou melado!! Esquenta e alimenta a alma!!
Vc está bem, apesar do frio?
Por aqui tudo bem. Ando as voltas com a festinha da Aila que acontece em agosto. Gosto de arrumar tudo desde convite até....rs...daí falta tempo mesmo!!rs...mas ainda durmo, isso é o que importa!!rs...gosto muito de tudo que faço, daí não me canso tanto.
Bem, já parece uma carta, melhor parar.
Beijos!!! Fique bem!! Bela

Azul disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Azul disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabiano Mayrink disse...

Oi Rosana boa noite! Senti vontade de vim te visitar! Estava na casa de minha vó la em Vitoria ES, ela fez uma cirurgia para colocar um marca passo mais agora ela esta bem ate ja vi ela correndo rsrs... ela é uma senhorinha esperta e vaidosa.

Vim ver quantas coisas legais e bonitas andas a fazer!! o carimbo de batata bem que pode ser uma otima saida quando nao se tem algum carimbo hehe! nao tem como nao olhar para o vermelho e azul e nao lembrar da bandeira norte americana.. sabe axo que cores constrastantes fiquem fortes e algumas pessoas nao gostam, mais essas xicaras suas me lembrou um piquenique com toalha xadrez!! Um contraste que tambem nao tem como nao lembrar o que nos remete a pensar é o verde e vermelho ne?!!