quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Garopaba, com gostinho de quero mais

Garopaba (SC) é amor antigo, é saudade perene dos muitos verões com curtição sem igual nos acampamentos na beirinha da praia. Um formato de férias que se incompatibilizou com as condições físicas, mas que deixou um álbum de mil páginas no coração com recordações daquelas que fazem a vida valer dobrado.

Hoje, Garopaba amanheceu assim, mais linda do que nunca, com céu aberto e mar de ver os pés com água na cintura, depois de vários dias de muita chuva que castigou o Estado e turvou suas águas. E com essa promessa de um dia pleno de sol para lavar a alma e o corpo, nos despedimos desse querido paraíso quase fazendo beicinho, mas também agradecidos pelos quatro dias especiais que conseguimos roubar da agenda, em cima da hora, para uma fuga estratégica do calor e da mesmice.
Além das incontáveis belezas naturais, a cidade é reduto de outros agrados para os olhos. Para olhares crafteiros, então, o ideal é passar umas semaninhas percorrendo as dezenas de lojas, lojinhas, ateliês, bancas, feirinhas que reúnem um artesanato genuíno e também inovador. Com a chuva persistente, meu programa preferido em "Garopa" é mais justificado do que nunca e acabo levando na "garupa" a turma que procura distração enquanto o mar e o tempo estão fechados. Conforme vamos percorrendo parte do circuito das artesanias, vou lembrando de muitos de vocês que, com certeza, adorariam engrossar a fila dos passeadores. Na parada em um megabrique, quase ouvi as exclamações e os gritinhos de algumas garimpadoras de carteirinha (rs). Vai aí um aperitivo:No imenso pavilhão, nem em um mês inteirinho conseguiria-se ver tudo que mora ali. Fiquei tão impactada com o acervo de antiguidades e outras coisas e coisinhas com potencial pra isso e aquilo, que pouco fotografei. Por isso, algumas dessas imagens são do sobrinho Bruno, que se encarregou de registrar, entre outras, a cena "aérea", enquanto o filho se engraçava por um maçarico sueco que acabou vindo na mochila.
Já este clic é meu e adoraria que o objeto de desejo também o fosse. Com um equipamento desses, faria piquenique toda semana, talvez até com lenço na cabeça, para fazer jus à sua época (rs). Vintage de berço, o escolhido para as meninas daí que amam o estilo suspirarem profundo. No segundo piso (sim, o "massacre" é dobrado!...rs), Bruno encontrou estas relíquias e me avisou: "Tanana, tem muuuita coisa legal lá em cima!". Preferi evitar a escada e ver pelos seus olhinhos. Enquanto isso, me derretia em frente às tantas cristaleiras abarrotadas de delicadezas, como estas porcelanas florais que parecem roubadas de uma casa de fadas, não acham?
Amanhã o passeio continua com outros achados. A quarta-feira foi longa, a quilometragem também e tá na hora de dormir. Espero vocês para seguirmos garimpando pela bela Garopaba, combinado? Que tenhamos bons sonhos (quem sabe embalados pelo mar). Amém!

11 comentários:

Cacau Gonçalves disse...

Ro...

chegou!!! Chegou!!! :-))))
(dando pulinhos!!!rs)

Coisa mais linda!!!!
Vou fotografar e postar lá no Pitacos.

Muito grata, querida!

beijo

Ana Matusita disse...

Ah, Garopaba!
Fizemos a viagem há um par de anos, incentivados pela Lu (a Gastal), para um encontro familiar. Foi muito divertido!
Pena que a distância nos desencoraje.
Bj,
Ana
ps: só de pensar em Garopaba, me dá vontade de tomar sorvete de pistache! hehe!

Fala, Mãe! disse...

Nunca fui pra Garopaba, mas adoro SC. Adorei as louças florais. Tá passeando ainda? se estiver, bom passeio querida! beijo

Susi disse...

Rosana,conheço Garopaba sim e portanto sei bem o que vc ta falando. Fui lembrada qdo entrou nesse mega bric?
Já salvei as fotos e passei adiante, conheço várias pessoas que vão suspirar também.
Um beijo grande minha querida.

Regina disse...

Bom dia Rosana!
Eu viajava muito quando morava no Brasil, mas ao sul so fui 2 vezes.Fui a Blumenau (Octoberfest), e fazer compras no Paraguai.
Da proxima vez que fizer um passeio no Brasil, quero ir para as praias do sul, e Garopaba parece ser uma otima escolha, ainda mais com lojas de artesanato por perto.
Obrigada pela dica.

Carina disse...

Rosana!!! Li todo o post segurando o queixo, literalmente!! Acompanhado das exclmações e dos gritinhos! O que são as cristaleiras??? E o faqueiro, e as louças?? Agora Garopaba está na minha wish list de passeios!!!
Quando for (não sei quando, com a minha agenda concorrida!), te convido para um 'remember'!
Beijo grande e aproveita!

Laély disse...

Passando aqui, pra lhe pedir desculpas e dizer "obrigada"!
Sua fava de baunilha foi muito bem usada este fim de semana, mas a estou guardando, para usá-la com parcimônia devida, afinal, é um presente dos deuses!
Querida, tô lhe devendo, mas depois que voltar da roça eu me explico...
A propósito: não estou de plantão hoje e, não mais, daqui para a frente...
(Depois volto e me atualizo, tá?)
Abraço!

Tina disse...

Fugitivos de plantão esses meus vizinhos...eta vida boa... é só isso que vamos levar daqui mesmo... hehehehe.
Não esqueça de me dar a localização dos seus achados e de pontos "imperdíveis" em Garopaba. Bjocas

msgteresa disse...

Alô,Rosana!
Que delícia de passeio,hein? Imagino a tua alegria e bom humor neste pequeno paraíso! É tudo de bom ! Ainda não tive a oportunidade de visitar o litoral catarinense, mas imagino que deve ser muito lindo... Tinha uma amiga que adorava e todo o ano se escondia neste belo litoral do sul...Certamente, um dia ainda vamos descobrir essas praias maravilhosas!
E que encanto deve ser passear por essas lojas e encontrar todas estas coisas lindas juntas... Uma experiência para todos os sentidos!
Aqui no Rio o calor está de fritar ovos no asfalto quente...Hoje mesmo, tive que caminhar muito e voltei querendo estar lá com os pinguins do Polo Sul( Tá bom, sei que estou exagerando... Rs... )!
Quando você voltar pra casa, dá uma passadinha lá no meu blog que tem um post surpresa pra você! Acho que você vai gostar muito... (Rs...)
Beijinhos e um lindo passeio pra vocês!
Teresa

Véia da Teia disse...

registrando tu-do!

Fabiano Mayrink disse...

Rosana uma loja dessas não se acha em qualquer lugar, que luxo! essa mala com aparelho de jantar, me lembrou filmes de epoca com marinheiros, o verde agua clarinho, que frescor! como vc disse, dias de piquenique!